>Defesa – Por onde começar?

Publicado: outubro 11, 2009 em Formação, Metodologia, Tática

>

Venho até vocês para falar de Futsal defensivo. Existe uma cultura já instalada na qual a garotada hoje em dia não gosta de defender. Boa parte dos jogadores que estão aprendendo o futsal só sentem prazer em jogar no ataque. Essa é uma preocupação de muitos treinadores: como motivar os alunos a também gostarem de marcar no futsal?
 
Marcação Individual
Acredito que a grande sacada ao trabalhar o futsal defensivo na iniciação é começar com a marcação individual. O domínio da marcação individual é pré-requisito básico para que, mais adiante, o inciante possa realizar uma marcação por zona mais eficiente. Através dela as crianças e adolescentes poderão aprender da melhor maneira as habilidades técnicas defensivas básicas do jogo, ou seja, aprender a jogar no 1×1 (1 contra 1) com e sem bola, a atrapalhar passes e recepções dos adversários, a deslocar-se explorando a lateralidade e a profundidade, a colocar-se em linha de passe, a realizar bloqueios de corridas dos adversários e a manter o contato visual com a bola e com o seu respectivo adversário.
A marcação individual pode ser realizada de três formas:
 
* Quadra inteira
* Meia quadra
* Perto da área

Defesa agressiva, prazer em defender e superar limitações

 

Muitos treinadores, depois de trabalhar a marcação individual (quando o fazem) levam seus alunos a marcar em um defesa meia quadra ou 1/3 de quadra, o que acaba limitando os jogadores e percorrer apenas a extensão da área e, na maioria das vezes, jogar em função do bloqueio de chutes adversários. O que, ao meu ver, além de tirar a motivação da garotada, deixa o ataque muito livre para fazer o que quiser e, normalmente, o melhor jogador adversário vai realizar a maioria dos chutes e, fatalmente, os converterá em gols.
Acho que uma forma interessante de trabalhar, seria tentar buscar sempre uma maneira mais agressiva (entenda como ofensiva) de defender. Dessa forma que os atletas vão se manter motivados e vão sentir prazer em jogar no setor defensivo, pois vão estar participando ativamente, perturbando o adversário a todo tempo, reduzindo o tempo de ataque e a chance de tomar um gol, reduzindo também a área de atuação do time adversário.
Tendo esse pensamento em mente, acredito que trabalhar uma defesa mais aberta, onde ainda seja valorizada a situação de 1×1, como um 3:3, um 3:2:1,  seja mais interessante. Com esse tipo de defesa, mais aberta e mais agressiva, até diferenças grande de força podem ser superadas, por exemplo: times mais fracos fazendo uma defesa ” agressiva”, marcando os jogadores adversários na pressão , dificultando o chute de longa distância. Além disso, dessa forma, todos os defensores se sentirão mais ativos e mais importantes no processo defensivo, o que também trará mais motivação e prazer para a garotada.
Mais a frente, quando os alunos já tiverem incorporado o verdadeiro espírito da marcação , podemos trabalhar mais tranqüilamente com defesas mais fechadas e com mais coberturas e elementos táticos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s